Criando uma maquina virtual Windows no Xen

Considerações iniciais

Para a execução dos procedimentos deste howto, estou considerando que o leitor já tenha instalado o Xen 3.2.0 ou mais recente em seu ambiente. Caso ainda não tenha feito, siga os passos para a sua plataforma usando o howto Compilando o Xen 3.2 no Debian Etch.

Checando seu Hardware

Para usar o Windows com o Xen, você precisa de um hardware com suporte a virtualização, flags VMX (para a plataforma Intel) ou SVM (para a plataforma AMD), para verificar corretamente se o seu processador tem suporte a essa flag, uses o comando abaixo:

  egrep -i "vmx|svm" /proc/cpuinfo

Se retorna algo, sorria, você tem a suporte a virtualização no seu processador.

Preparando os discos

LVM

Antes de partimos para o uso da instalação, crie um volume lógico no seu grupo de volumes do LVM. Neste exemplo, estou sugerindo o nome do grupo de volumes do LVM como servidores e o volume lógico como w2k:

  lvcreate -L 10G -n w2k servidores

Disco de boot do Windows

O Windows utilizado foi um Windows 2003 Server.

Iremos primeiramente ter que fazer uma imagem do CD de instalação, use o comando abaixo para gerar a imagem:

 dd if=/dev/CDROM of=$HOME/win2003.iso

Obs.: O /dev/CDROM deve ser trocado pelo local do seu drive de cdrom.

Arquivo de configuração

Vamos criar um arquivo de configuração para o Xen poder “bootar” o Windows 2003.

Abaixo uma réplica do arquivo /etc/xen/windows utilizado nesse exemplo:

  kernel = "/usr/lib/xen/boot/hvmloader"
  device_model = '/usr/lib/xen/bin/qemu-dm'
  builder='hvm'
  memory = 1024
  shadow_memory = 16
  name = "windows"
  vif = [ 'type=ioemu, mac=00:16:3E:78:CD:EC, bridge=xenbr0' ]
  disk = [ 'file:/home/gustavo/win2003.iso,hdd:cdrom,r', 'phy:/dev/servidores/w2k,hda,w']
  boot="dc"
  sdl=0
  vnc=1
  vnclisten="0.0.0.0"
  vncdisplay=5
  vncconsole=0
  vncpasswd='sua_senha_aqui'
  stdvga=0
  serial='pty'

Acessando

Primeiro ative a vm com o comando:

 xm create windows

Utilize o seu cliente vnc para acessar a dom0 no display 5 (este é o valor da variável vncdisplay do arquivo de configuração).

 vncviewer xxx.xxx.xxx.xxx:0:5

Obs.: xxx.xxx.xxx.xxx é o endereço IP do servidor Xen (dom0).

Aparecerá uma tela de password, digite SUASENHA que está também no arquivo de configuração que é a variável vncpasswd.

Finalizando

Após a instalação do windows ter sido concluída, pare a vm com o comando:

 xm shutdown windows

E em seguida altere o arquivo /etc/xen/windows nas linhas:

 disk = [ 'file:/home/gustavo/win2003.iso,hdd:cdrom,r', 'phy:/dev/servidores/w2k,hda,w']
 boot="dc"

Para:

 disk = ['phy:/dev/servidores/w2k,hda,w']
 boot="c"

Obs.: Na nova configuração como mostrado acima, nós estamos alterando a ordem do boot para o disco local (c) ao invés do cdrom (d), e também estamos desabilitando a imagem do cd do windows 2003, pois, não será mais necessário.

Re-crie a vm com o comando e acesse sua maquina virtual pelo protocolo VNC, lembrando que xxx.xxx.xxx.xxx é o endereço IP do servidor Xen (dom0):

xm create windows
vncviewer xxx.xxx.xxx.xxx:0:5

Telas

Tela de Boot.

Ampliar

Tela de Boot.

2 comentários sobre “Criando uma maquina virtual Windows no Xen

  1. Artur Resende Junior disse:

    Se o processador não tem suporte para virtualização, ainda terei como montar VMs nele???

    artur@pc:~$ egrep -i “vmx|svm” /proc/cpuinfo
    artur@pc:~$ cat /proc/cpuinfo
    processor : 0
    vendor_id : GenuineIntel
    cpu family : 6
    model : 22
    model name : Intel(R) Celeron(R) CPU 540 @ 1.86GHz
    stepping : 1
    cpu MHz : 1862.236
    cache size : 1024 KB
    fdiv_bug : no
    hlt_bug : no
    f00f_bug : no
    coma_bug : no
    fpu : yes
    fpu_exception : yes
    cpuid level : 10
    wp : yes
    flags : fpu vme de pse tsc msr pae mce cx8 apic sep mtrr pge mca cmov pat pse36 clflush dts acpi mmx fxsr sse sse2 ss tm pbe nx lm constant_tsc up arch_perfmon pebs bts pni dtes64 monitor ds_cpl tm2 ssse3 cx16 xtpr pdcm lahf_lm
    bogomips : 3724.47
    clflush size : 64
    power management:

    • SOZENAREDE disse:

      Sim, vc pode rodar VMs nele, o que não será possível rodar outros SOs que diferentes do gnu/linux.

      Mas vc pode rodar VMs debian, fedora, gentoo …etc.

      Aproveite ao maximo seu processador.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s